DIY : Como fazer seu Programa STEM-PBL na sua escola! (DIY)

Atividade Extra-curricular

Sempre me perguntam: Como fazer acontecer um Programa STEM-PBL na minha escola?

Primeiro: é preciso saber qual é a dor que o programa STEM-PBL resolve.

E não é preciso muito esforço para perceber que 95% dos casos o problema básico é mitigar a evasão escolar seja presencial ou mental, onde o aluno mesmo fisicamente presente está com o pensamento ausente.

Mas como resolver isso de maneira eficaz?

É mandatório estabelecer outro formato no relacionamento entre pai-aluno-professor. Ao contrário do tradicional: escola como elemento geográfico aglutinador, a tríade se engaja por um problema local ou desafio mundial, comum ao interesse de todos.

Desta forma a atividade de aprendizagem por experimentação, permitirá adquirir competências e habilidades de maneira homeopática, através do trabalho de equipe baseado numa jornada emocional, visando resgatar dignidade, atitude e desenvoltura. Adicionalmente ainda é possível exercitar a escolha coletiva do problema ou desafio a ser tratado pela equipe no formato STEM-PBL.

O que é STEM? é um método que estimula aprendizagem ativa de Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática, emulando o ambiente profissional do futuro.

O que é PBL? é uma aprendizagem criativa baseada em projetos, resolução de conflitos e aprimora as competências fundamentais para a vida pessoal.

Nosso objetivo fundamental é envolver e engajar para poder diminuir o desinteresse do aluno e desenvolver recursos para vida pessoal-profissional dos participantes.

As equipes poderão ser formadas por alunos do Ensino Fundamental, Médio, Técnico e Universitário, com idade entre 9 e 25 anos, com professores preferencialmente oriundos das áreas de ciências humanas, por familiares, por amigos e por admiradores da vizinhança, pois dentre eles estará o seu potencial padrinho-patrocinador.

Como se dão esses encontros planejados, essas oficinas semanais com mentoria especializada? Devem ser feitas reuniões periódicas semanais de no mínimo duas horas presenciais, complementadas por duas horas virtuais com especialistas e mentores do projeto e toda equipe direta e indireta.

Estas reuniões podem ser feitas em qualquer local físico: faculdade, escola pública ou privada, igreja ou garagem. A condição fundamental é poder abrigar os participantes e os entregáveis de forma confortável, com disponibilidade 24×7. É de fundamental importância uma conexão com a internet de banda larga para as eventual videoconferência de suporte.

Para os iniciantes no assunto pode ser usado um roteiro considerado padrão de referência na área, e que pode ser visto neste link.

Durante o período recomendado de duração de um programa que varia de 4 a 9 meses, desenvolvemos atitude, aprimoramos desenvoltura, construímos conhecimento de maneira coletiva e exercitamos a resolução de conflitos de maneira conciliatória.

As várias fases do roteiro para programas deste tipo incluem: inscrição, formação de equipe, Brainstorm, desenho e criação, validação, MVP, modelo de negócio, crowdfund, relatório e até mesmo viagens temáticas.

Deve-se encorajar sobremaneira a utilização de aplicativos como: GDrive, Facebook, Instagram, Slack, YouTube, Twitter, Flickr e Pinterest, sempre usando hashtag apropriados: #STEM #jornadastem #PBL #nome da equipe #nome da escola #fasedoprojeto #patrocinador #pertinente.

Muitas vezes os resultados transcendem as limitações de um programa comum. Como foi o caso do aluno Bruno que achou um erro na programação no simulador de tarefas de um micro-satélite Cubesat, ou a aluna Gabriela que teve um insight sobre os princípios básicos da relatividade, ou com o pai admirado com o novo comportamental do seu filho mais engajado com a realidade, mais amistoso e menos trancado no quarto. Veja aqui um depoimento em vídeo dos jurados alunos e professores que participaram de um destes programas.

Foi lançada recentemente uma Plataforma Colaborativa de Suporte e Gestão desenhada para professores, alunos e pais ela permite um passo a passo, na velocidade da sua equipe. Alem de experimentar de forma gratuita no primeiro mês, você colabora, e posta sua contribuição e seus comentários. (para experimentar grátis, use o voucher: e1rwp8ls)

Lembre-se que o aprendizado só flui se for colaborativo, engajado e principalmente viral.

Boa sorte !! Bora fazer acontecer! TMJ!

BIBLIOGRAFIA:

  • STEMpreender –
  • Movimento LearnSteam no Brasil
  • Curso no Instituto Singularidades — Introdução ao STEM: uma forma colaborativa da Aprendizagem — Desafio do carro-foguete (set.2018)
  • Bookmarks do Programa e-Kar
  • STEM: Filosofia ou Metodologia
  • YouTube playlist STEMmaker
  • Podcast – STEM-PBL com Jornada Sócio-emocional
  • Cartaz convocatório no Mural da Escola

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here